Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Transparência como variável de competitividade

Publicado por:
14 ago

7.5trainees

Hoje em dia, não há mais espaço no mercado para empresas que mantêm as suas informações inacessíveis. Isto porque a percepção do papel do empregado na organização também mudou, e ele agora assume, cada vez mais, a importância de ser protagonista nas decisões.

Por isso, praticar uma gestão transparente deve ser palavra de ordem entre os gestores. E em meio a tantos desafios diários, talvez este seja um dos mais importantes deles: dispor seus profissionais das informações relevantes e que tenham impacto no trabalho, para que eles possam ter capacidade crítica para produzir mais e melhor, além de favorecer o clima de colaboração, engajamento e o senso de responsabilidade, já que a partir do momento em que tem os dados necessários, há compreensão dos objetivos e dos resultados desejados pela organização.

As equipes precisam saber, por exemplo, das expectativas de crescimento da empresa, das mudanças em processos e na estrutura organizacional, sobre a saída e chegada de novos empregados, sobre o atingimento ou não das metas, e assim por diante. Sempre com dados claros, sem manipulação e no tempo certo.

O gestor também precisa estar aberto ao diálogo e se dispor a ouvir o time, inclusive seus contrapontos, e ter disposição para fazer as adequações de acordo com os feedbacks recebidos ou esclarecer as impossibilidades. Em resumo, quanto mais a empresa pratica uma gestão transparente, mais irá influenciar as pessoas a enxergarem a realidade sob sua perspectiva, construindo relações menos hierarquizadas dentro da organização.

Comentários

Deixe o seu comentário