Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Como lidar com os erros da equipe

Publicado por:
31 jul

04.21

Já dizia o ditado: só não erra quem não faz. E no meio empresarial, realmente, não dá para acertar o tempo todo. Os erros, invariavelmente, irão acontecer. Como líder, é papel do gestor ter equilíbrio emocional para tratar as falhas da sua equipe e encará-las como oportunidades de aprendizado.

Em muitas empresas, porém, ainda existe a percepção de que “caçar” culpados é uma prática eficaz diante do erro, o que é um equívoco. Esta prática de gestão pode acabar gerando profissionais ansiosos, acuados, medrosos, pouco confiantes em si mesmos e, como resultado, menos produtivos.

A experiência mostra que as equipes lideradas por gestores que tratam o erro de forma aberta e que focam em buscar soluções e aprendizado ao invés de culpados produzem melhor e são proativas, pois sentem que são compreendidas, respeitadas e apoiadas diante de situações difíceis, afinal, ninguém está imune a falhas.

Já se sabe que errar é humano e isso não se discute. No entanto, para a gestão, o problema se dá quando ocorre a repetição das falhas e o profissional não sabe aprender com os erros que comete. Assim, tão logo seja identificado um erro, é preciso que o gestor chame a atenção para a situação sem expor ou humilhar quem errou.

É possível, por exemplo, reunir a equipe e dizer que houve um erro, descrever o acontecido, sem exposição desnecessária, e incentivar a construção conjunta de uma solução. Atitudes como esta podem promover a união da equipe e evitar que o mesmo erro seja cometido no futuro.

É importante esclarecer que essas orientações não valem para falhas causadas por atitudes irresponsáveis e inconsequentes. Situações dessa natureza pedem consequências mais duras.

Comentários

Deixe o seu comentário