Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Relações Amorosas no Trabalho

Publicado por:
25 fev

03.31

Houve um tempo em que relacionamentos amorosos no ambiente de trabalho eram um tabu. Escondia-se com afinco qualquer afeto surgido nos bastidores da rotina de trabalho. Hoje em dia, as empresas vêm mudando seu posicionamento em relação a essa questão.

Aos casais apaixonados recomenda-se discrição e bom-senso. Quando ocorrer um envolvimento amoroso com um colega de trabalho, é importante comunicar a situação ao superior — antes que o assunto vire fofoca —, mas sem parecer que está dando satisfação. As demonstrações de carinho devem ser feitas com cuidado, podendo, em alguns casos, ser motivo de advertência. Portanto, quando surgir um relacionamento, é importante conhecer as normas e a política da empresa.

Um ponto bastante delicado é quando o namoro se dá entre gestor e subordinado. Algumas corporações, visando evitar possíveis favorecimentos, aconselham a mudança de área de um dos funcionários. A relação de hierarquia direta pode dificultar, e muito, a gestão da equipe, pois pode gerar um sentimento de que há privilégio para o parceiro.

Outro ponto a se cuidar é o isolamento — que deve ser evitado pelo casal —, pois pode acabar distanciando do resto da equipe, bloqueando, assim, o networking. E nada de apelidos carinhosos e discussões no horário do expediente. Manter-se profissional e discreto é a regra principal em um namoro no trabalho.

Comentários

Deixe o seu comentário