Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Por que estamos tão cansados?

Publicado por:
02 jan

03.101

A sensação de cansaço constante é, atualmente, uma das queixas mais recorrentes entre os profissionais. Quem nunca falou ou ouviu alguém falar a frase: “estou tão cansado hoje!”. É um esgotamento não apenas físico, mas também mental e que pode trazer várias consequências negativas, como falta de motivação, baixa concentração, dificuldade de organização e até mesmo levar a doenças mais sérias, como depressão. Mas o que está causando essa sensação de cansaço constante e como lidar com isso?

De fato, a vida madura pode ser estressante, por vários motivos. Responsabilidades, aborrecimentos, prazos, frustrações e excesso de demandas. Soma-se a isso o trânsito cada vez pior nas cidades, a grande quantidade de notícias que são bombardeadas diariamente, a dificuldade de se desconectar, além da pressão para dar conta da carreira, da casa, da família, da vida social e de si mesmo, tudo ao mesmo tempo.

Sabemos que pode parecer difícil conseguir ter uma vida equilibrada e saudável com tudo isso “jogando” contra nós, mas é possível sim. O primeiro passo é colocar prioridades, tanto na vida profissional quanto na pessoal. Isso porque, sem limites claramente definidos, muitas pessoas exigem demais de si mesmas e esta busca constante pela perfeição, impossível de ser atingida, suga nossas energias.

É preciso entender que é humanamente impossível dar conta de tudo o tempo inteiro e que, por isso, alguns dias vamos conseguir e outros não. Usando como metáfora um número de malabarismo, é como se estivéssemos sempre equilibrando vários “pratos” e cada um deles representasse uma área da nossa vida. Inevitavelmente, em algum momento, algum deles vai desequilibrar ou até cair, mas está tudo bem se isso acontecer. É só recomeçar a rodar. Desistir não é uma das opções.

Ninguém vai ser o melhor profissional, o melhor marido/esposa, o melhor pai/mãe, o melhor filho/filha, o melhor amigo/amiga todos os dias do ano, e nem vai conseguir ter uma alimentação equilibrada ou os exames de saúde regularizados sempre. Para conseguirmos viver de forma mais saudável, é vital diminuirmos um pouco o nosso nível de exigência e administrar as expectativas que os outros têm em relação a nós. Algumas vezes vamos frustrá-los em nome do descanso. Afinal, frustração faz parte da vida e aprender a administrá-la pode ser o ponto de partida para uma vida ativa e saudável ao mesmo tempo.

Comentários

Deixe o seu comentário