Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Relacionamentos dentro da empresa precisam ser discutidos

Publicado por:
05 fev

7 0estagio trainee1

Em muitas empresas, a questão do relacionamento amoroso entre colegas de trabalho ainda é um tabu. Algumas delas, por receio de que a relação impacte nos resultados ou aumentem os conflitos, desencorajam explicitamente esse tipo de relação em suas normas internas. Mas será que esta é realmente a melhor forma de lidar com a situação?

Este é um tema polêmico e ainda existem muitas organizações que não têm uma política definida, nem querem discutir sobre o assunto. Porém, sabemos que o relacionamento entre profissionais que convivem diariamente e desenvolvem afinidades é algo muito possível de acontecer e difícil de controlar. Por isso, a recomendação é que existam regras claras com relação à conduta que é esperada –profissionalismo é fundamental.

Além disso, é essencial que seja mantido um canal aberto de comunicação. Ao surgir um relacionamento entre colegas de trabalho, cabe ao gestor imediato conversar abertamente sobre os cuidados que eles devem ter com a postura profissional, o que pressupõe um comportamento discreto, sem demonstrações explícitas de carinho, que, por razões óbvias, devem ser evitadas no ambiente de trabalho.

Quando o namoro se dá entre pessoas do mesmo setor ou, num caso ainda mais complicado, entre gestor e subordinado, o ideal é a mudança de área de um dos envolvidos, pois a relação de hierarquia direta pode dificultar, e muito, a gestão da equipe, podendo gerar um sentimento de que há privilégio ou protecionismo para o parceiro, prejudicando também a imagem da empresa.

Comentários

Deixe o seu comentário