Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Gestão de pessoas nas pequenas empresas

Publicado por:
12 jun

7.1 estagio trainee11

Mesmo nos dias de hoje, algumas práticas corporativas ainda são vistas no mercado como “ações de empresa grande”. E a gestão de Recursos Humanos figura entre os principais itens dessa lista. Porém, cuidar das pessoas é necessidade de toda e qualquer empresa, independente do seu tamanho.

A gestão de pessoas, em algumas empresas, ainda sofre o estigma de que deve ser um custo a ser evitado, uma vez que precisa de muitos profissionais para funcionar e que, portanto, não cabe no “bolso” das pequenas empresas. Mas é um equívoco achar que ter uma área de RH é necessidade exclusiva de empresas de grande porte. O mais importante é considerar que, não importa o tamanho da organização, ela é feita por pessoas que, portanto, precisam ser ouvidas, recompensadas, treinadas, avaliadas e acompanhadas quanto ao seu papel, suas atividades e metas.

A experiência mostra que qualquer empresa pode sim investir e desenvolver políticas de gestão de pessoas, sem necessariamente ter profissionais exclusivamente cuidando das questões de RH. Entendendo que os responsáveis pela gestão de pessoas numa organização são os gestores, e não a área de RH, eles próprios devem atuar como protagonistas nas ações de retenção, formação, desenvolvimento e motivação da sua equipe. E, se necessário, contar com o apoio de uma consultoria especializada em RH para ajudar nesse projeto.

Neste caminho, é preciso pensar: quais políticas posso estabelecer na minha empresa para cuidar e motivar as equipes? Estabelecer um plano diretor que norteie as iniciativas também é essencial. E o mais importante: estabelecer uma rotina de funcionamento para que as ações de gestão de pessoas aconteçam. A necessidade de se ter uma equipe de RH virá com a evolução do trabalho.

Comentários

Deixe o seu comentário