Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

A importância de disseminar internamente a história da organização

Publicado por:
10 mai

04.21

Quando contadas, as histórias têm o poder de encantar, conectar e aumentar o engajamento entre a empresa e suas equipes. Por isso, falar para os empregados sobre a trajetória da organização e em como ela se desenvolveu ao longo do tempo é essencial para criar neles o sentimento de pertencimento.

Apesar desse caráter motivador, nem sempre conversar sobre a memória empresarial é uma atividade que consta nas prioridades do gestor, seja por achar que todos supostamente já conhecem a história ou por não considerar esta troca importante. Porém, é preciso atentar que, ao saber dos detalhes do surgimento, desafios enfrentados e dificuldades superadas, chegando até a consolidação do projeto empresarial nos dias atuais, o empregado passa a enxergá-la com mais credibilidade, confiança e orgulho de poder fazer parte desse projeto.

Compartilhar essa memória e os principais marcos da organização é, inclusive, uma forma de dar visibilidade aos valores empresariais, expor a cultura organizacional e o “jeito de ser” da empresa. Além de ser um meio de fazer as pessoas compreenderem melhor algumas práticas organizacionais que talvez não fossem bem entendidas anteriormente.

É interessante, também, que os gestores estimulem os empregados a participarem de projetos que valorizem a memória institucional, seja através de depoimentos de quem estava lá no início da fundação, galerias de fotos ou, ainda, do resgate de fatos interessantes e curiosidades da trajetória empresarial.

Além de contribuir com o sentimento de valorização e reconhecimento como parte integrante da história, essa prática pode reforçar o sentimento de pertinência e o desejo de continuar fazendo parte desta trama.

Comentários

Deixe o seu comentário