Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Como alinhar objetivos da empresa e da equipe

Publicado por:
10 abr

10.0lideranca

Preciso mobilizar os profissionais da minha equipe a realizarem algumas atividades determinadas pela alta direção da empresa, mas sei que eles não aceitarão bem essas exigências. Como fazer para sustentar as decisões da empresa perante a equipe e representar as demandas da equipe frente à direção?

No exercício da dupla representação, o gestor – que representa empresa e equipe ao mesmo tempo – precisa estar sempre atento para agir de forma a preservar as posições institucionais, ou seja, defender as decisões, normas e valores da empresa, e também dar suporte e representar os pleitos e necessidades da equipe perante a alta direção. Porém, nem sempre é fácil realizar esse trabalho de forma equilibrada.

Muitos gestores, para evitar atritos com a equipe, querem manter uma imagem de “bonzinhos” e acabam falhando no exercício da representação, explicitando sua posição individual contrária ou expondo que não há o que fazer, pois a ordem veio “de cima”. Tudo isso num esforço de não ficar mal com os liderados. Mas, parafraseando o comediante e ativista americano Bill Cosby, vale lembrar que “a chave para o fracasso é tentar agradar todo mundo”.

É preciso entender que o trabalho de gerenciar pessoas está associado à habilidade de envolver a equipe na execução das atividades, visando produzir os resultados que a organização, ou sua área, deseja. O papel do gestor é essencial para motivar e persuadir os profissionais, fazer com que eles entendam o posicionamento e “vistam a camisa” da empresa, mesmo quando é diferente ou contrário ao deles.

Afinal, as decisões, regras e diretrizes corporativas, quer se concorde ou não, precisam ser cumpridas para que questões estratégicas não sejam colocadas em risco. No entanto, o desafio do fazer cumprir medidas pouco agradáveis torna-se mais fácil quando a equipe entende suas razões, os impactos positivos e negativos são discutidos e, eventualmente, até negociados e compensados.

Comentários

Deixe o seu comentário