Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Organize as finanças para o Ano Novo

Publicado por:
05 dez

033

As contas do início do ano são um fantasma para a maioria das pessoas, pois, após desfrutar das festividades do Natal e Ano Novo, troca de presentes, confraternizações e até viagens, é necessário enfrentar as faturas do cartão de crédito, do IPVA e IPTU, matrícula e material escolar para quem tem filhos, entre outras despesas. Por isso, para não começar o ano no vermelho, é preciso organização.

Segundo dados do SPC Brasil, apenas metade dos brasileiros tem o costume de se planejar financeiramente. Essa falta de organização com as próprias finanças é algo cultural e que se manifesta mais intensamente entre os meses de dezembro e janeiro, época de maior movimentação de dinheiro fora de rotina, o que faz muitas pessoas “perderem a mão” nos gastos.

Por isso, é preciso planejar e economizar com antecedência para não acabar endividado. Afinal, as contas de início de ano não são novidade pra ninguém. Nesse caminho, seguir algumas dicas pode ajudar:

1. Caso trabalhe no regime de CLT (carteira assinada), separe ao menos uma parte do 13º para quitar dívidas (se for o caso) e pagar as contas extras do início do ano. Estime o quanto gastará e resista à tentação para não ultrapassar o limite com a compra de presentes, por exemplo;

2. Se possível, faça compras ou pague dívidas à vista. Consumidores em busca de descontos têm no pagamento à vista um bom aliado;

3. Evite parcelamentos que se arrastem ano novo adentro. Faz parte da cultura do brasileiro parcelar tudo, como se a conta não fosse chegar. Porém, é preciso avaliar não só a parcela que será paga, mas também se haverá adição de juros e encargos. Muitas vezes, quando há uma programação, esse valor a mais pode ser economizado;

4. Lembre-se: nunca é cedo demais para se organizar financeiramente. Comece a planejar as contas no ano seguinte o quanto antes para não contrair dívidas que irão prejudicar o seu orçamento no futuro.

Por fim, tenha em mente que nunca se sabe quando surgirá um imprevisto e por isso é sempre bom ter uma reserva financeira para essas horas. Uma dica é guardar todos os meses uma quantia mesmo que pequena, inicialmente. Apesar da organização financeira no começo parecer algo difícil, com o tempo suas ações começam a ficar mais naturais para economizar e entrar no ano novo com as finanças em dia.

Comentários

Deixe o seu comentário