Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Empreender exige cuidados redobrados com o corpo e a mente

Publicado por:
19 set

01.51

Empreender tem sido um verbo cada vez mais usado atualmente. Principalmente para tentar driblar a crise, temos visto cada vez mais pessoas buscando esse caminho. Porém, escolher a rota do empreendedorismo significa, na maioria das vezes, optar por assumir uma rotina mais pesada de trabalho, cheia de exigências profissionais e com pouco tempo para desfrutar da vida pessoal. Além disso, muitas vezes, significa também ter que conviver com a angustia de “não dar certo” e o medo de não ter fôlego para suportar um período de escassez financeira, principalmente no inicio do negócio. E quais são os custos disso para a mente e o corpo desse profissional?

Gerir o próprio negócio, principalmente no começo, é extremamente difícil e trabalhoso, exige dedicação implacável, toma horas de sono, de lazer e da família. Quantas vezes ouvimos falar sobre empreendedores que trabalham demais e acabam deixando a vida de lado, não vendo seus filhos crescerem e chegando até a desenvolver quadros de ansiedade, nervosismo, crises de pânico e até doenças como gastrite, por exemplo?

É claro que quem opta por empreender sabe que isso demandará alguns sacrifícios, mas permanecer nesse ritmo de forma indeterminada, virando noites trabalhando, sem se alimentar corretamente e muitas vezes fazendo uso de estimulantes artificiais para dar conta de tudo não é nem um pouco sustentável e em algum momento essa “conta” vai chegar.

Por isso, é importante que os empreendedores atentem para os sinais de que estão próximos ao seu limite, reflitam sobre seus hábitos e busquem construir uma cultura de jornada de trabalho saudável. Nesse caminho, vale estabelecer pausas estratégicas alternando os momentos de cuidar dos negócios com períodos para estar próximo da família, meditar, fazer uma atividade física prazerosa, viajar, entre outras coisas que contribuem para a saúde física e mental de todos nós.

Afinal, de que adianta construir um negócio bem sucedido se não teremos condições de usufruir dos resultados alcançados? Já vimos muitos empreendedores desistirem no auge do sucesso do negócio porque não conseguiram estabelecer uma rotina mais equilibrada. Fique atento para não colocar tudo a perder!

Comentários

Deixe o seu comentário