Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Tatuagens e piercings no ambiente de trabalho

Publicado por:
27 abr

imagem12

Alguns preconceitos históricos no meio corporativo estão deixando de ser tabus. Por exemplo, itens como tatuagens e piercings já são mais bem aceitos e deixaram de ser impedimentos na hora de procurar um emprego. Porém, ainda é preciso ter alguns cuidados.

Muitas empresas, antigamente, tinham preconceito com pessoas que usavam adereços como piercings ou tinham o corpo tatuado, pois era visto como “coisa de malandro”. Mas, hoje em dia, isso tem se tornado tendência e natural entre os jovens e, às vezes, é difícil encontrar algum que não tenha.

Em algumas áreas, como Comunicação, Design e Tecnologia, o uso de piercings e tatuagem nunca foi critério de seleção ou desclassificação de um candidato numa entrevista de emprego. Mas em outras, como Medicina, Direito e Economia, a história vem mudando e o uso dos adereços tornando-se mais frequente. Isso não significa dizer que os exageros na exposição não devem ser evitados.

Fazer uso dessa moda sem exibicionismo não vai causar prejuízos. Porém, atentar para a escolha do local para aplicação do seu piercing ou tatuagem é fundamental para aqueles momentos em que seja necessário escondê-los. Tatuar em locais que podem ser cobertos por determinados tipos de roupas, por exemplo, é uma boa saída para adequar-se aos ambientes profissionais mais formais.

Portanto, antes de decidir fazer, considere os riscos de ainda encontrar resistência em alguns lugares ou com algumas pessoas. E lembre-se: colocar um adereço definitivo exige saber conviver com essa escolha pelo resto da vida.

Comentários

Deixe o seu comentário