Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

De olho na marca (e no conteúdo)

Publicado por:
27 ago

9.31

Ainda sobre a sondagem Termômetro ÁgilisRH, hoje vamos abordar um outro aspecto bastante mencionado pelos entrevistados: a marca da empresa. Afinal, quem não acha que uma experiência de trabalho numa empresa de marca forte e consolidada faz aquela diferença na carreira?

Sabemos que uma marca forte representa um atrativo igualmente forte para os profissionais. Mas o que a torna reconhecida como tal? Em primeiro lugar, temos de lembrar que a marca sintetiza a história da organização — sucessos, insucessos, pioneirismos, anos de estrada, inovações, entre outros aspectos. Logo, se a organização possui uma marca consolidada, provavelmente realizou um bom trabalho ao longo dos anos para construí-la. Então, olhando por esse ponto de vista, trabalhar numa empresa cuja marca é reconhecida é sempre a melhor opção? Não necessariamente.

A reputação da empresa e a imagem da marca são fatores importantes, sim. Mas há outros aspectos relativos à organização que ultrapassam o valor da marca — e que devem ser levados em consideração. A cultura, por exemplo, é um deles: é sempre bom conhecer as crenças e os valores, o estilo da empresa e avaliar se são compatíveis com os seus. As políticas de RH e as exigências da organização também devem ser levadas em conta. Isso pode evitar uma série de problemas de adaptação no futuro.

Muitos profissionais, encantados com a oportunidade de trabalhar numa empresa renomada, tendem a idealizar a organização, influenciados pela imagem positiva que possuem da marca. Ao se depararem com a realidade, porém, podem experimentar um sentimento de frustração se perceberem que ela diverge da imagem que conceberam.

Portanto, antes de optar por esta ou aquela organização motivado pela imagem que possui da marca, procure investigar se a sua expectativa corresponde à realidade e, mais ainda, se a realidade corresponde ao que você projetou para seu futuro. Uma experiência profissional numa empresa renomada é boa, sim. Mas é melhor ainda quando proporciona realização — e não frustração

Comentários

Deixe o seu comentário