Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Para ser bom profissional: desenvolvimento cultural

Publicado por:
04 jul

imagem

Para entrar no mercado de trabalho, os jovens sabem que, além do domínio da técnica, precisam estar bem informados. Contudo, nem sempre informação demais significa qualidade e profundidade de conhecimentos. Como utilizar, então, todo o seu potencial associado às diversas ferramentas a que tem acesso?

Com toda a tecnologia disponível, sobretudo a internet, os jovens que hoje iniciam a carreira profissional cresceram com acesso a um grande número de informações e são experts no uso de aparelhos tecnológicos. A chamada Geração Y realiza várias tarefas ao mesmo tempo, como ler e-mails, trocar mensagens instantâneas por computador ou celular, ler blogs e sites, baixar músicas ou filmes, tudo isso enquanto escreve um texto ou realiza algum trabalho. Com grande potencial para trabalhar em rede, essa geração é também mais destemida, criativa e impulsiva. Quer resultados imediatos, além de cobrar muito mais feedbacks, opinando e questionando quando não concorda ou não entende a finalidade de algumas determinações da empresa.

Entretanto, apesar de passarem o dia todo conectados e se atualizando, esses jovens não costumam, por exemplo, fazer leituras mais aprofundadas. Além do mais, blogs, Twitter, redes de relacionamento não são suficientes para desenvolver o conhecimento.

Muitos são os jovens que hoje em dia não sabem de fatos históricos ou mesmo do que está acontecendo no mundo, no país ou na sua cidade, que não conhecem personalidades importantes ou obras de autores clássicos nem têm visão crítica. Na verdade, a Geração Y lê muito pouco (salvo algumas exceções, claro). Em geral, passa o dia navegando na internet, mas não gosta de leituras densas, mais complexas.

Esse cenário é um grande desafio para os educadores e as empresas, que precisam orientar seus futuros profissionais a utilizarem o melhor da tecnologia, sem deixar de lado o desenvolvimento cultural. Entretanto, cabe também, e principalmente, aos jovens profissionais a busca por um desenvolvimento mais completo. Tal desenvolvimento pode ser cultivado através de leituras de revistas, jornais e livros, da participação em fóruns, palestras e outros eventos culturais ou de atividades como ir ao cinema, ao teatro e viajar.

O desenvolvimento cultural, aliado ao conhecimento técnico, pode tornar os jovens excelentes profissionais. Essa bagagem cultural contribui para o desenvolvimento de uma postura mais reflexiva diante do mundo e também das situações do dia a dia de uma empresa, além de ampliar as habilidades de relacionamento e refletir diretamente na atuação e no desempenho profissionais. Portanto, vamos à ampliação da visão de mundo!

Comentários

Deixe o seu comentário