Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Reajuste salarial: expectativa x realidade

Publicado por:
04 abr

01.3 1

É muito comum que as empresas, anualmente, façam reajustes nos salários dos seus empregados, seja por adequação ao mercado, revisão da folha ou por mudanças de funções. Porém, muitas vezes, a expectativa de receber um aumento acaba gerando certa ansiedade nos profissionais que, não raro, acabam se decepcionando, seja porque o aditivo não atingiu o valor esperado ou até mesmo pela falta dele. Mas como as empresas podem administrar essa expectativa e evitar frustrações?

A resposta é simples: utilizando uma comunicação de qualidade, aberta, sincera, sem meias palavras e sem hesitações. Muitos gestores, para evitar mal entendidos, perda de produtividade e mais problemas com suas equipes, não facilitam as informações e não se mostram disponíveis ao diálogo. Porém, agir desta forma só abrirá espaço para especulações que, na certa, irão resultar em frustração. Ou seja, o segredo para evitar que os profissionais se decepcionem ao não receber aquele aumento tão esperado é a transparência.

A razão é simples, quanto menos conhecimento dos fatos e mais obscura for a política de remuneração, maior é a possibilidade das expectativas serem mais distantes da realidade. Mas antes de abrir esse diálogo sobre o modelo e as práticas de remuneração, é preciso que a empresa se prepare com as informações necessárias para contextualizar o que foi decidido. Neste caminho, vale utilizar pesquisas salariais e políticas de remuneração praticadas por empresas similares, bem como alguns números sobre a organização e o mercado como referência para seus argumentos.

Ter ciência do contexto da empresa no mercado – os desafios que ela enfrenta, as dificuldades, os resultados alcançados – vai ajudar e muito o empregado a entender as decisões da diretoria e até mesmo a ter uma visão mais realista dos fatos, o que, consequentemente, vai equilibrar suas expectativas.

Comentários

Deixe o seu comentário