Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Cuidados na volta de uma licença-maternidade

Publicado por:
28 ago

03.81

O retorno de uma licença-maternidade não costuma ser um momento fácil para as mães e, por este motivo, as empresas devem ficar atentas para tentar facilitar o processo de readaptação profissional no que for possível.

Os aspectos legais que protegem as grávidas e recém-saídas da licença-maternidade não costumam ser suficientes para dar conta do novo momento e das exigências da nova rotina da mulher. Além disso, algumas profissionais temem buscar seus direitos e serem retaliadas ou serem interpretadas como descomprometidas com o trabalho.

Têm medo de ouvir, por exemplo, frases do tipo “depois que foi mãe não é mais a mesma” e muitas vezes se cobram e se apressam para retomar a vida do ponto em que pararam. Porém, para muitas, esse resgate após alguns meses de afastamento acaba sendo uma tarefa muito difícil diante de uma rotina completamente diferente da anterior. E para que a nova fase flua sem grandes traumas, é preciso que tanto a mãe como a empresa tomem alguns cuidados.

Do lado das empresas, um primeiro aspecto importante é fazer com que a profissional se sinta apoiada, inclusive, reforçando a relação de confiança e diluindo os possíveis medos. É preciso entender que esta é uma fase passageira, que a mulher está se adaptando a uma nova rotina, que muitas vezes precisará se ausentar para amamentar ou ir a alguma consulta médica, por exemplo, mas que os prejuízos em relação à sua ausência podem ser minimizados quando as saídas ou possíveis atrasos forem combinados com antecedência.

O papel do gestor também é fundamental nesta hora. Conhecer como está a rede de apoio em casa, se a profissional tem quem cuide da criança durante o horário de trabalho e se conta com o apoio da família ajuda na construção de soluções. A flexibilidade nesta etapa será essencial.

Já a profissional precisará investir em organização e planejamento. Deve explicitar suas dificuldades e buscar negociar as condições necessárias para que os impactos da nova rotina não comprometam suas entregas, nem leve tanto tempo que gere o sentimento de abuso da boa vontade da empresa. Franqueza é importante para não se colocar numa situação crítica.

Comentários

Deixe o seu comentário