Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Projetos grandiosos: porque fracassam?

Publicado por:
19 jul

imagem12

Os projetos, quando bem planejados e implantados, proporcionam inúmeros benefícios para as organizações. E em um mundo perfeito, todo projeto estaria dentro do tempo e orçamento planejado, mas na realidade, muitas vezes, não é assim que acontece. Uma boa parte deles pode ser abandonado ou não conseguir atingir o resultado esperado, e uma das principais causas desse insucesso é, como diz o ditado, “querer dar um passo maior que as pernas”.

É comum vermos pessoas que querem implantar algo complexo e grandioso. Mas é preciso lembrar que, quanto mais suntuoso, maiores são as chances de algo dar errado no meio do caminho. Por isso, é muito importante ter cuidado redobrado com a viabilidade de projetos com essas características.

Muitas vezes, é melhor começar com planos menores, de mais fácil implantação e ir aperfeiçoando e sofisticando aos poucos. Desta forma, a probabilidade de sucesso é bem maior, principalmente quando se faz um acompanhamento mais de perto de sua implantação e com ajustes de rumo em tempo hábil. Além disso, para que diminua o risco de fracasso, é imprescindível que o projeto seja planejado com antecedência, adequando-se ao ritmo da empresa, das equipes e, quando implantado, gerenciado de forma cuidadosa e integrada. Até porque o trabalho não termina na implantação, o resultado vem com a sua consolidação.

É importante atentar, ainda, que para dar certo, o projeto precisa estar de acordo com a realidade e particularidade da empresa. Afinal, o que pode ser um sucesso para algumas, pode não funcionar para outras. Ou seja, não existe receita pronta. E uma vez que se reconhece que falhou, a solução é analisar os motivos, identificar os erros e trabalhar para não voltar a cometê-los.

Comentários

Deixe o seu comentário