Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

A importância da sistematização do conhecimento

Publicado por:
05 jan

9.1

Quando se fala em capacitação de jovens profissionais, a primeira coisa que se pensa é em cursos de formação. No entanto, outra modalidade é o aprendizado sistemático dentro da própria organização pelos mecanismos de gestão do conhecimento adotados.

Dentre esses mecanismos, um de grande importância é a aprendizagem que resulta da transmissão de conhecimento a partir da experiência de profissionais mais seniores. Além disso, é uma forma das empresas reterem o conhecimento e colocá-lo à serviço do desenvolvimento dos profissionais mais inexperientes.

Um exemplo bastante conhecido de prática da gestão do conhecimento é o que comumente se chama de Lições Aprendidas. Os profissionais fazem a narrativa de casos vivenciados, registrando as soluções encontradas e os resultados produzidos. A expectativa é de que este registro possa ser consultado por outros profissionais da empresa em situações semelhantes e que aquele conhecimento adquirido não se perca com o tempo.

Especialmente para os jovens profissionais, o estudo das experiências de colegas que vivenciaram a mesma realidade que a sua permite que eles acessem um conjunto de argumentos e evidências práticas que irão auxiliar a tomada de decisão diante de situações de maior complexidade. Significa poder contar com um acervo de experiências acumuladas mesmo no início da carreira, quando a sua própria vivência, em geral, ainda é muito pouca.

Mas apesar de ser uma alternativa de desenvolvimento eficiente e de baixo custo, o que se constata na prática é a pouca importância dada pelos próprios profissionais à Gestão do Conhecimento. Percebe-se pouca disponibilidade das pessoas para registrarem o conhecimento produzido e, por outro lado, pouco uso do histórico de lições aprendidas quando as dificuldades aparecem.

É importante ter atenção para que não cessem os investimentos na Gestão do Conhecimento e que esta prática possa continuar auxiliando o desenvolvimento profissional. Muitas vezes, a análise de experiências vividas consegue trazer mais conhecimentos do que as alternativas tradicionais de formação. E em um mercado cada vez mais competitivo, ignorar as experiências adquiridas não é nada estratégico.

Comentários

Deixe o seu comentário