Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Você é capaz de se adaptar?

Publicado por:
05 maio

01.101

Rotina, planejamento e capacidade produtiva são elementos muito importantes na vida profissional, mas não são os únicos a precisar de desenvolvimento. A capacidade de adaptação é fundamental para quem deseja “sobreviver” no mundo do trabalho. Especialmente porque os processos de mudança cultural nas organizações são lentos e, cabe ao profissional, ter flexibilidade para atender a certos padrões.

Quando uma empresa propõe mudanças nos seus processos internos, é importante compreender os motivos. Essa compreensão é o primeiro passo para facilitar a quebra da resistência ao novo. Por exemplo, se antes era possível ter um adiantamento para viagens de trabalho e agora o profissional precisa pagar e prestar contas, provavelmente isso se deve à necessidade de maior controle de custos. Se o empregado compreende isso, fica mais fácil a adaptação.

O mesmo ocorre com uma nova tecnologia. No começo é sempre difícil (mesmo para os mais jovens), mas todos têm capacidade de aprender. Você não é diferente. Lembre-se que toda mudança traz incertezas e é natural ter certa dose de medo de não conseguir atender às expectativas ou de piorar o processo de trabalho.

O importante é não se apegar ao passado e ficar pensando: “Sempre funcionou do jeito que era. Para quê mudar?” Essa atitude apenas demonstra resistência e pode estar indo de encontro ao novo contexto. Não se trata de deixar de ser crítico, mas de se colocar como facilitador, e não como entrave para ajustes que podem beneficiar a empresa e a equipe.

Uma dica é conversar com aqueles que estão propondo a mudança, tirar a dúvidas, pedir ajuda e auxiliar aos que tem mais dificuldade. Com essa postura, o processo de mudança fica menos traumático e você passa a ser visto como um profissional que foca na solução.

Comentários

Deixe o seu comentário