Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Comecei minha faculdade e não estou gostando. E agora?

Publicado por:
21 abr

02.41

Hoje em dia, com tantas opções de cursos e especializações, é muito comum o jovem ter dúvidas na hora de escolher qual caminho profissional quer seguir. E é ainda mais recorrente, ao iniciar na universidade, ficar inseguro sobre a adequação dessa escolha. Mas o que fazer quando a expectativa com o curso escolhido não é correspondida?

Primeiro, é importante que os jovens tenham em mente que todos os cursos, no seu início, não são exatamente o que ele esperava. O primeiro ano da graduação é sempre o mais monótono e requer paciência. Isso acontece por duas razões: (1) as disciplinas do básico ainda não dão plena visibilidade do que de fato o profissional irá fazer na prática. Neste caso, o estudante tem apenas uma visão parcial; (2) o jovem passa por um processo de adaptação no qual tudo é novo e ele é menos tutoriado do que na época da escola. Precisa, portanto, ter maior autonomia.

Para enfrentar esse processo de dúvida e adaptação é importante conversar com o coordenador do curso e com pessoas mais experientes para analisar se a insatisfação está relacionada ao momento de transição ou é de fato uma não identificação com o curso. Procurar saber quais são as reais atuações do profissional no dia a dia da área escolhida e avaliar se elas se enquadram nas suas perspectivas também é importante.

Procurar ajuda com um especialista em orientação profissional pode ser necessário em alguns casos. E se, de fato, o jovem entender que errou na escolha, é fundamental preparar um plano para enfrentar um novo vestibular, não se angustiar e seguir adiante.

Comentários

Deixe o seu comentário