Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Como pedir demissão e deixar as portas abertas

Publicado por:
01 maio

03.111

Pedir demissão é sempre um momento delicado na carreira de um profissional. É natural que em algum momento da trajetória apareça uma proposta melhor ou que a insatisfação faça o profissional buscar novas oportunidades de trabalho. Mas, ao contrário do que se pode pensar, a hora de informar que está deixando o cargo é tão importante na vida de um trabalhador quanto o momento de sua admissão.

A forma como você sai de uma empresa é a forma como você será lembrado, e as recomendações que vai ou não receber em outros lugares depende desse momento. Para sair do emprego deixando as portas abertas, é primordial mostrar comprometimento. Se o novo emprego demandar início imediato, procure negociar tanto com a empresa da qual está saindo, quanto com o novo empregador. Sair de um emprego de repente deixa as suas responsabilidades pendentes. Negocie a transição com gestores e colegas e, sempre que possível, indique e treine alguém que possa assumir seu lugar. O ideal para todo profissional é ter um colega que já esteja treinado em algumas das suas atividades. Isso pode facilitar a transição, sem prejudicar o contratante.

Outra orientação é a de que, apesar de estar se despedindo do emprego, não aproveitar esta ocasião para lavar a roupa suja. Evite fazer críticas e diga aos seus colegas de trabalho o quanto a empresa ajudou você a crescer profissionalmente. Agradeça a oportunidade e se coloque à disposição. E na entrevista de desligamento, procure fazer suas ponderações de maneira construtiva. Ao adotar uma postura cordial, transparente e ética, dificilmente você corre o risco de deixar uma má impressão para trás. Afinal, nossos contatos profissionais são portas abertas para o futuro!

Comentários

Deixe o seu comentário