Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

É hora de cuidar das relações entre sócios

Publicado por:
29 abr

03.11 (1)

A pandemia e todas as situações de medo e incertezas pelas quais estamos passando têm fragilizado as nossas relações pessoais e isso pode acabar afetando também, de certa forma, as relações entre sócios. Por isso, mesmo em meio à dificuldade, é preciso dedicar tempo para cuidar da sociedade como uma forma de cuidar do negócio.

De modo geral, uma sociedade empresarial é formada por duas ou mais pessoas e cada uma tem seu estilo, sua experiência de vida, suas competências e habilidades. E essas diferenças, que antes não eram vistas como “problemas”, podem acabar se acentuando e saindo do controle em situações de crise.

Além do mais, com a necessidade de distanciamento físico, as pessoas estão se vendo mais pelas telas do que pessoalmente, o que pode acabar colocando de lado discussões importantes de serem tratadas numa sociedade. E este deve ser um ponto de atenção, pois o acúmulo de conflitos não resolvidos pode prejudicar a relação até mesmo ao ponto de uma ruptura.

Então, a melhor forma de cuidar de uma sociedade, principalmente em períodos mais turbulentos, é através do diálogo aberto e claro. A partir dele, devem ser pactuadas as estratégias e prioridades da empresa, suas regras e diretrizes, de acordo com o momento vivido. Os sócios podem até discordar e discutir, mas é preciso, ao final, chegar em um acordo comum que deverá ser seguido.

O que não pode, de forma alguma, é estar cada sócio com a estratégia em sua própria cabeça, sem alinhamento. Principalmente porque as equipes percebem quando há uma crise na sociedade e quando os sócios se respeitam e compartilham o modo de condução do negócio. E é extremamente importante que, no momento do aperto, as pessoas que fazem a empresa acontecer tenham segurança nesta relação.

Comentários

Deixe o seu comentário