Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Modismos ou tradição na escolha da carreira

Publicado por:
11 jun

02.1

Ter sucesso na sua área de atuação e, claro, ser bem remunerado por isso, é o desejo da grande maioria dos profissionais. Porém, é comum encontrarmos pessoas que colocam como prioridade na carreira apenas ganhar dinheiro e que vão atrás das tendências e modismos do momento, sem considerar seu perfil de competência.

É compreensível que os profissionais, principalmente os mais jovens, sejam atraídos pelas carreiras ou atividades de atuação que estão “na moda”. No entanto, poucos consideram que os modismos e as tendências de mercado, invariavelmente, tendem a mudar, transformando-se numa armadilha e frustração profissional. O risco, no fim das contas, será o profissional se ver, no futuro, trabalhando em uma área que já não tem tanto destaque e que não o realiza financeiramente nem é o que gosta de fazer.

É importante entender que uma profissão por si só não garante o sucesso, mas sim a forma como nos colocamos estrategicamente em nossa carreira. É preciso, sim, estar antenado nas tendências e movimentos do mercado, mas sempre buscando atuar naquilo que se identifica e sabe fazer melhor, tendo o dinheiro como uma consequência.

Neste caminho, são muitas as variáveis a serem consideradas: identificação com a área, situação do mercado, conhecimento e recursos que a atividade exige, entre outras. Mas o que vai fazer realmente a diferença é ser bom no que se propõe a fazer, ocupando lacunas de competências do mercado. E fazer a diferença é quase impossível quando não se tem afinidade com o trabalho que realiza.

Comentários

Deixe o seu comentário