Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

A gestão por valores e a prática do RH estratégico

Publicado por:
25 set

7.5trainees

Gestão por valores é uma das cinco diretrizes que caracterizam o RH estratégico, assim como a promoção da integração e convergência de objetivos, conceitos já discutidos nesta série. Mas o que, de fato, significa trabalhar em torno dos valores organizacionais?

Valores podem ser definidos como um conjunto de crenças e convicções que orientam a tomada de decisão e o comportamento de todos que fazem parte de uma organização, guiando as suas práticas e atividades. Os valores definem, de certa forma, o “modo de agir” da empresa, e são percebidos não só pelos empregados, mas também por fornecedores, clientes e parceiros.

Quando a organização não tem valores claramente definidos e compartilhados, toda a interpretação de assuntos importantes ou problemas ficam a cargo das visões pessoais, tornando o ambiente organizacional confuso e muitas vezes contraditório, o que não contribui para a produtividade, nem para o processo de identificação empresa-empregado. Através dos valores é possível conhecer e entender a cultura organizacional e viabilizar o sentimento de orgulho e de identificação positiva dos empregados, que são fatores essenciais no desenvolvimento de equipes estáveis e comprometidas.

Na prática, a gestão de valores significa, na perspectiva da gestão de RH: disseminar e a massificar os comportamentos e atitudes desejados e verificar, sistematicamente, o quanto estes valores estão internalizados e refletindo nas práticas institucionais e nos comportamentos das lideranças e das equipes. Pode-se ainda utilizar os valores como parâmetro para as tomadas de decisões, para mediar conflitos ou superar situações difíceis, afinal de contas, são os valores a principal referência institucional.

Porém, um erro muito comum das organizações é investir em definir os valores, mas não usá-los em prol da gestão. Ter valores para não tirá-los do papel é o mesmo que não ter. Para evitar esta situação, o papel do RH é fundamental. É de sua responsabilidade auxiliar a empresa desde a definição e disseminação até a consolidação de sua prática.

Comentários

Deixe o seu comentário