Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Jovens gestores e a impaciência para desenvolver equipes

Publicado por:
26 set

10.0lideranca

Um problema recorrente nas organizações é a falta de paciência de alguns jovens gestores para desenvolverem as suas equipes. Ao assumirem a gestão de pessoas, muitos esperam encontrar um grupo pronto, já formado e que necessite de pouco investimento. Porém, ao contrário do que se imagina, para ter uma equipe desenvolvida e afinada são necessárias capacitação e orientação permanentes. Um processo que requer tempo e paciência.

Quando não se está preparado para esta função, a reação mais comum diante de um quadro de profissionais de baixo desempenho costuma ser a demissão; substituir um ou mais profissionais da equipe, ao invés de tentar ajustá-los, mantendo a crença de que é possível encontrar profissionais prontos no mercado e, mais uma vez, pensando em ter menos “trabalho” no que se refere à equipe.

Contudo, pensar que as trocas constantes serão a solução mais fácil para os seus problemas é um equivoco, uma vez que o novo profissional, mesmo que seja competente tecnicamente, também vai demandar tempo para se adequar às demandas, ao ritmo de trabalho e à cultura da companhia, e tudo isso vai exigir muita orientação e acompanhamento gerencial.

Além disso, é necessário compreender que qualquer equipe, mesmo àquelas compostas por “referências” na sua área de atuação, necessita de investimento e atenção constantes e este é um papel indelegável do gestor. Até quando as pessoas já estão integradas, alinhadas com as estratégias e dando bons resultados a equipe pode desandar e sair da rota quando menos se espera. Basta uma mudança mais significativa que tenha um impacto direto no trabalho, ou a chegada de um integrante novo como também a saída de alguém importante e pronto: está formado outro grupo que vai requerer um novo investimento.

Portanto, se você se encaixa neste tipo de gestor que acredita que a gestão de pessoas é simples, basta escolher as pessoas certas e a equipe estará pronta, é bom rever os seus conceitos. Para se ter uma equipe preparada é preciso muita dedicação de tempo gerencial e investimento em capacitação e orientação. Além disso, o acompanhamento deve ser sistemático e permanente, pois nunca chega ao fim.

Comentários

Deixe o seu comentário