Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Reconhecimento: em busca de um lugar ao sol

Publicado por:
16 jul

06.2sol1

Todo jovem, ao projetar seu futuro profissional, espera sentir-se realizado e reconhecido na carreira que escolheu. Muitos veem o reconhecimento como exclusividade de profissionais experientes, considerados verdadeiras referências em sua área de atuação. Porém, esse patamar é fruto de uma longa trajetória, que começou bem cedo, provavelmente nesta etapa em que você se encontra agora.

Antes de mais nada, o reconhecimento é uma conquista gradual, que envolve competências técnicas e relacionais, motivação, entre outros aspectos. Mas o que é ser reconhecido? Para alguns, pode significar ter o seu trabalho considerado como referência para colegas e gestores. Um profissional reconhecido geralmente tem suas opiniões ouvidas, além de receber elogios e convites para participar de novos projetos ou de atividades de desenvolvimento patrocinadas pela organização. E o que fazer para obter o tão almejado reconhecimento?

Em primeiro lugar, tenha em mente que o reconhecimento não é um “prêmio”, fruto da sorte ou do acaso: é o resultado de um trabalho benfeito, de uma relação de confiança estabelecida com seus colegas e gestores, de um aperfeiçoamento contínuo nas suas tarefas. Para tanto, não convém se limitar ao básico e necessário: é preciso aceitar e buscar novos desafios; demonstrar interesse em aprender; envolver-se em novos projetos; expressar suas opiniões, sempre com ética e respeito pelas opiniões alheias.

Aceitar e valorizar o feedback é fundamental. Não importa se a avaliação é positiva ou negativa. Se positiva, indica que você deve continuar no caminho certo e, se negativa, indica as mudanças de curso que você deve fazer. Se o gestor se preocupa em lhe dar retorno sobre seu desempenho é porque ele acredita no seu potencial.

E então, você se sente reconhecido? Como vimos, não podemos esperar, mas, sim, fazer acontecer. Comece por se autoavaliar: você tem feito por onde? Busque constantemente desafios e a autossuperação. Quem sabe não surge agora mais um profissional de referência no mercado?

Comentários

Deixe o seu comentário