Alt + Shift + C ir para o conteúdo Alt + Shift + M ir para o menu Alt + Shift + B ir para a busca Alt + Shift + F ir para o rodapé

Empregabilidade 1

Publicado por:
21 mar

03.11 (1)

Um dos maiores objetivos de quem passa anos se dedicando aos estudos para entrar na universidade é adquirir uma formação que garanta a conquista do tão sonhado emprego. Até aí, tudo bem. Mas, antes de pensar nas chances de empregabilidade, o futuro profissional deve se perguntar: “Considerando as habilidades e o conhecimento necessários, estou atualizado para atender às exigências do mercado?”.

Embora possa parecer duro para alguns, o fato é que o mercado possui necessidades específicas e não parece disposto a incorporar quem não tem condições de suprir suas carências — por mais capacitado que o profissional seja em outras áreas. Àquela primeira pergunta básica, deve-se, ainda, acrescentar: “O que tenho hoje é capaz de me sustentar no mercado?”.

Refletir sobre essas questões é válido por dois motivos. Primeiro porque o mundo está em constante processo de mudança e você tem de se adaptar a ele. Segundo porque o simples ato de refletir sobre isso já aponta para um importante diferencial, muito significativo hoje em dia: a capacidade de criticar e ter opinião própria.

A respeito desta última aptidão, cabe ressaltar: ela é válida sobretudo para quem acredita estar garantido no mercado de trabalho pelo simples fato de seguir uma carreira valorizada. Isso, ao contrário do que muitos imaginam, não é suficiente. Sempre haverá concorrência, seja qual for o curso escolhido. Portanto, o futuro profissional precisa desenvolver um diferencial. É aqui que entra a postura crítica, único caminho para ir além dos modismos e do “copiar e colar”. E só o conhecimento é capaz de fornecer essa capacidade.

A propósito, o conhecimento é praticamente a única unanimidade que resta no diversificado mundo das empresas. Ele é mais que a senha para entrar no mercado de trabalho: é a garantia de que você permanecerá lá por muito tempo.

Comentários

Deixe o seu comentário